Sem categoria

Morte de costureira em Goiânia, em 2016, é solucionada; namorado é o assassino

Namorado da vítima, que pedia justiça pela morte da namorada nas redes sociais, foi o responsável pelo crime

Foto: Reprodução/Facebook

Após quase 3 anos de investigação desde a ocorrência do crime, em 2016, a Polícia Civil apresentará nesta segunda-feira (20/5) o assassino da costureira Nayara Saraiva, de 22 anos. O caso ocorreu em dezembro de 2016 em Goiânia. A moça, que desapareceu depois de sair para o trabalho, teve o corpo encontrado quatro dias depois. O cadáver estava em uma mata do Setor Estrela Dalva, vizinho do Recanto do Bosque, onde morava. Após a investigação, a polícia concluiu que Erick Lima, seu namorado na época, é o responsável pela morte de costureira.

Conforme a polícia, Erick teria cometido o crime por ciúmes. Ele foi preso preventivamente na última sexta-feira (17/5), após representação da Polícia Civil, e será apresentado pelos policiais na manhã de hoje.

Quando o crime ocorreu, um homem chegou a ser detido como suspeito de ter matado Nayara. Ele foi preso nas proximidades do terminal de ônibus do Residencial Recanto do Bosque. O homem chegou a confessar furtar e roubar celulares de mulheres da região, mas negou ter abordado e matado Nayara.

A participação no crime foi descartada e ele foi liberado.

RESPONSÁVEL PELA MORTE DE COSTUREIRA CLAMAVA POR JUSTIÇA NAS REDES SOCIAIS

A descoberta do corpo de Nayara, no dia 19/12 de 2016, provocou uma forte comoção entre os familiares e amigos da vítima. A moça, que trabalhava como costureira e era descrita como uma pessoa tranquila e sem inimigos, desapareceu quatro dias antes de ser achada morta após sair a pé para o trabalho, a quatro quadras de casa. O último contato foi feito com o namorado, via mensagem de celular. Uma pessoa que passava pelo local viu o cadáver e acionou a Polícia Militar.

Na ocasião, o corpo foi identificado pelo seu irmão, Eduardo Saraiva, que disse ter reconhecido a irmã pelas roupas e algumas características físicas. O então namorado, Erick Lima, foi um dos que demonstraram profundo abalo emocional pela morte de Nayara. Na época, Erick, com 24 anos, chegou a implorar de joelhos para ver o corpo da namorada no IML quando este foi encontrado.

Pelas redes sociais, Erick fazia inúmeras declarações de amor para Nayara. Após a sua morte, não era raro ver publicações de textos pedindo justiça no perfil do Facebook do rapaz.


Foto: Reprodução/Facebook

De acordo com a polícia, Erick matou a namorada por ciúmes, e o crime configura feminicídio. Fontes ouvidas pela reportagem do Dia Online, chocadas pela prisão de Erick, o descrevem como uma pessoa tranquila e gentil, que jamais se envolveu em qualquer tipo de confusão.

via Dia OnLine