Saúde

Isolamento de jovens e pessoas saudáveis contribui para segurança de idosos e profissionais da saúde

Uma imensa rede de solidariedade tem se formado em Goiás para combater a disseminação do novo coronavírus. Em meio a...

Uma imensa rede de solidariedade tem se formado em Goiás para combater a disseminação do novo coronavírus. Em meio a tantas informações e o isolamento de parte da população, dois grupos merecem atenção especial: os profissionais de saúde, que estão na linha de frente para atender a população; e os idosos, considerados o grupo de risco da Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

O governador Ronaldo Caiado tem usado suas redes sociais e concedido diversas entrevistas para enfatizar o cuidado necessário com estes dois grupos. Uma das primeiras medidas para garantir a saúde durante esse período é a antecipação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que atenderá primeiramente a idosos e profissionais de saúde. “No momento de vacinação das pessoas, priorizamos a nossa área da saúde. Eles estarão na linha de frente para atender os goianos”, disse Caiado.

Na semana passada, por meio de suas redes sociais, o governador Ronaldo Caiado compartilhou uma foto de profissionais da saúde do Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) com a seguinte mensagem: “Seu isolamento social é um ato de respeito. Fique em casa por nós!”.

Caiado elogiou a atitude dos médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e tantos outros profissionais. “Estes são alguns dos milhares de heróis da Saúde que estão doando tempo e vida para cuidar dos nossos entes queridos”, disse o governador. Como explica, a maneira da população ser solidária e cuidar desses profissionais é simples: ficando em casa.

Idosos isolados contam com ajuda de parentes e vizinhos

Grupo prioritário na prevenção à Covid-19, os idosos também tiveram a vacinação contra a gripe antecipada. Como explica o governador, “eles tem que ser tratados com cuidado especial, uma vez que são mais frágeis, têm menor resistência orgânica e maior facilidade de terem complicações pulmonares ao contrair o vírus”.

O isolamento dos idosos em casa é de extrema importância, mas também da população mais jovem. Com a experiência de outros países com a pandemia, a única forma comprovadamente eficaz é a saída de circulação do maior número possível de pessoas.

O governador Ronaldo Caiado alerta aos jovens e pessoas saudáveis sobre a falsa sensação de segurança: “Você pode ter essa resistência, mas pense nos outros. Você pode estar contaminado e ser o portador que vai levar o vírus para as pessoas que não tem a mesma imunidade que você”, alerta.

Uma ideia que tem se espalhado pelo mundo, Brasil e chegou a Goiás é a prestação de serviços voluntários a idosos. Além da rede familiar, moradores de prédios e condomínios têm se disponibilizado a fazer compras para que os idosos não precisem sair de casa.

Simpatizante da ação, Caiado recomenda: “Venha nos ajudar a distribuir as cestas básicas, adote um idoso, dê atenção às pessoas que precisam.” O governador recomenda que, com a interrupção de aulas e expedientes de trabalho, é hora de fazer trabalhos sociais e dar o bom exemplo ajudando pessoas.