Cidades

ProBem contempla 5 mil estudantes com novas bolsas de Ensino Superior

O Governo Estadual e a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) divulgaram, nesta quarta-feira (23/02), no site da instituição (www.ovg.org.br),...

O Governo Estadual e a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) divulgaram, nesta quarta-feira (23/02), no site da instituição (www.ovg.org.br), o resultado do processo seletivo para cinco mil bolsas do Programa Universitário do Bem (ProBem). Com os novos bolsistas, a iniciativa, que proporciona formação superior a estudantes vulneráveis, chega à marca de 12 mil beneficiários no primeiro semestre de 2022.

“A bolsa do ProBem garante o acesso dos nossos jovens ao Ensino Superior. Não tem mais aquela bolsa política. A bolsa agora é responsabilidade, compromisso, cidadania e respeito aos jovens em situação de vulnerabilidade social do Estado de Goiás”, afirma o governador Ronaldo Caiado.

Os estudantes contemplados vão receber o auxílio retroativo ao mês de janeiro deste ano. Para usufruir do benefício, é necessário que o estudante esteja com a matrícula ativa em uma Instituição de Ensino Superior (IES), parceira do ProBem, até o dia 8 de março.

Ao conferir o resultado, os universitários classificados podem verificar o tipo de benefício, se é parcial ou integral, fator que leva em conta os dados de vulnerabilidade em que a família se encontra. Todos que concorreram à bolsa do ProBem precisaram estar com registro ativo e atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Responsabilidade e compromisso
Para que o ProBem pudesse ser viável, foi necessário renegociar uma dívida de R$ 76 milhões, deixada pela gestão anterior. Desse total já foram pagos quase R$ 72 milhões (R$ 71.689.026,08) para as 82 IESs que chegaram a ficar 13 meses sem receber, do então programa Bolsa Universitária. Além do pagamento da dívida milionária deixada pelas administrações passadas, desde 2019, o Governo de Goiás já investiu R$ 212 milhões nas bolsas de estudos concedidas pela OVG.

“O ProBem representa mais que uma bolsa de estudos, representa a oportunidade de mudança de vida para milhares de jovens em situação de vulnerabilidade social em todo o Estado e para suas famílias. É uma alegria imensa ver que esses estudantes agora têm amparo completo durante a graduação”, afirma Gracinha Caiado, presidente de honra da organização e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

Ludmilla Rodrigues Renato, 31 anos, estudante de Odontologia é uma das beneficiadas pelo ProBem neste processo seletivo. “Minha caminhada até aqui não tem sido fácil, sempre precisei conciliar trabalho e estudo. Isso agora não seria mais possível, devido ao meu curso. O Governo de Goiás é maravilhoso ao conceder essa bolsa. Realmente se preocupa com quem mais precisa. Até agora não acredito que consegui. Parece um sonho”, diz Ludmilla.

“A bolsa de estudos vai garantir a realização do meu sonho de ter um diploma superior. É o maior e melhor presente que já ganhei na vida”, afirma Miriã de Souza Santiago, 28 anos, que graças ao ProBem poderá cursar Educação Física. Miriã é casada e mãe de duas crianças, de 6 e 8 anos. “Com a bolsa, vou construir um futuro melhor para toda a minha família. Vou estudar, dar bom exemplo para as minhas filhas e ter condições de auxiliá-las, garantindo que elas também possam estudar no futuro”, completa Miriã.

O benefício
As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade, limitadas a R$ 650. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade, limitadas a R$ 1.500. As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia terão seus limites maiores, R$ 2.900 para parciais e R$ 5.800 para integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos outros cursos.

O ProBem também oferece oportunidades de estágio, cursos de capacitação, participação em projetos sociais e integração ao mundo do trabalho por meio do Banco de Oportunidades. Além disso, o programa oferece acompanhamento integral à família do bolsista, por meio da articulação com a rede socioassistencial goiana.

A diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, frisa que o ProBem tem como um de seus principais diferenciais justamente a oportunidade real de qualificação e ingresso no mercado de trabalho. “O ProBem tem o papel de mudar a realidade das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social e que sonham em concluir um curso superior. Os estudantes têm uma nova perspectiva de vida, além de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do nosso Estado”, avalia Adryanna.