Cidades

Prefeito Fernando Pellozo inicia a semana com visitas às obras na cidade

Nesta segunda-feira (21), o prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo, e o secretário de infraestrutura e obras, Cainã Teodoro, iniciaram...

Nesta segunda-feira (21), o prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo, e o secretário de infraestrutura e obras, Cainã Teodoro, iniciaram uma maratona de visitas nas obras que estão ativas na cidade, a fim de acompanhar o progresso dos trabalhos. Nessa primeira fase foram visitadas as obras de duplicação da Avenida Progresso e a elevatória da Vila Galvão.

A Avenida Progresso é uma importante via da cidade que facilita o acesso e distribuição de cargas para outros municípios. Para os empresários da região esse trabalho mostra a preocupação da gestão com o setor. Gilmar Gaúcho, empresário do ramo petroleiro, relata que em 27 anos que atua na região nenhuma gestão se preocupou com o setor como está sendo feito pelo prefeito, Fernando Pellozo.

“A nível geral está muito boa essa gestão, mas principalmente aqui no setor de combustível, que eu considero o coração de Senador Canedo, e esse é um ponto que nunca foi visto por prefeito nenhum, agora contamos com apoio, com asfalto e essa duplicação vai proporcionar o escoamento facilitado dos nossos veículos de carga, nos acessos e distribuição. Isso era o que devia ser feito antes, mas hoje está sendo realizado, graças a Deus.”, afirma o empresário.

As obras estão a todo vapor e já chegam em 50% da sua conclusão e segundo o prefeito, Fernando Pellozo, ainda no primeiro semestre de 2023 a Avenida Progresso vai estar duplicada, sinalizada e iluminada. “Senador Canedo está de volta aos trilhos do progresso, passamos dois anos reorganizando a casa e agora as obras estão chegando a todo vapor e ano que vem essa via vai estar completamente pronta para para atender a nossa população”, diz.

Também foi realizada a visita na Elevatória da Vila Galvão, o local vai receber todo o esgoto da Região e, depois de realizar um tratamento prévio, envia os efluentes para a Estação de Tratamento – ETE – através de uma rede pressurizada. Na ETE o tratamento é finalizado e o esgoto devolvido à natureza, sem causar prejuízo ambiental.

O objetivo é elevar o tratamento de esgoto em 60% até 2024, o que vai atender as normas legais do Marco de Saneamento, onde é estabelecido padrões de qualidade e eficiência na prestação, na manutenção e na operação dos sistemas de saneamento básico. Uma ação que deveria ter sido realizada há anos e só agora está em andamento.