Cidades

Obra do Viaduto da Vila São Sebastião é lançada em Senador Canedo

Prefeito Divino Lemes assina ordem de serviço para construção de projeto, que vai desafogar o trânsito e beneficiar mais de seis bairros da região

A Vila São Sebastião, em Senador Canedo, terá um viaduto que beneficiará diretamente mais seis bairros. A ordem de serviço para a construção do viaduto da avenida Presidente Getúlio Vargas foi assinada pelo prefeito Divino Lemes, na quarta-feira, 13. O lançamento da obra, que começa imediatamente, aconteceu sobre a ferrovia Centra Atlântica.

Segundo ele, esse projeto será um importante de eixo estruturante, possibilitando ligação entre setores, regiões e também acesso aos municípios vizinhos. O prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, explica que este projeto será realizado com recursos municipais. “É uma obra que vai ser executada com dinheiro da arrecadação do IPTU, benefício para o crescimento urbano da cidade. Além de contribuir para melhoria do trânsito, o viaduto proporcionará mais desenvolvimento para o comércio da região”. Inicialmente, a construção do viaduto contaria com recurso do programa estadual Goiás na Frente, mas com o encerramento do mesmo, os investimentos serão apenas do tesouro municipal.

Divino Lemes destaca ainda que a obra do viaduto vai gerar um impacto positivo para toda a região. “Esse projeto desafoga um gargalo que é o único ponto de encontro destes seis bairros com o centro da cidade, beneficia a mobilidade, valorização imobiliária, do comércio local e a autoestima a população”.

A solenidade de assinatura da ordem de serviço contou com as presenças da primeira-dama Laudeni Lemes, do secretário municipal de Infraestrutura, Toninho Granado, do vereador Vilmar Lima, que representou a Câmara Municipal de Senador Canedo e dos representantes da empresa Geoserv, licitada para o empreendimento.

Mais obras

O prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, diz que novas obras serão anunciadas em breve. Segundo ele, o seu compromisso com a população é fazer muitas obras necessárias. “Nossos investimentos são planejados, nada de elefante branco em lugar algum, porque a necessidade é trabalhar muito, mesmo com o período de retração de receita que o município tem passado, por isso, é que vai devagar”, explica. Ele afirma que há muitos projetos licitados, que serão lançados no tempo certo, com cautela.