Cidades

Casal é preso tentando sacar dinheiro de golpe financeiro em banco, em Goiânia

A mulher usava uma identidade falsa para conseguir tirar o dinheiro, e os dois já haviam conseguido sacar R$ 150 mil em outra agência

Foto: Reprodução

A Polícia Civil, através da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu um casal na tarde da última quarta-feira (5/6), em Goiânia, que tentava sacar o valor de R$ 150 mil reais, valor este oriundo de golpe financeiro no sistema bancário. A mulher usava uma identidade falsa para conseguir tirar o dinheiro, e os dois já haviam conseguido sacar R$ 150 mil em outra agência.

Segundo informações da Deic, a prisão do casal foi feita numa agência bancária na Avenida Goiás, no Centro de Goiânia, e foi resultado de investigações que começaram quando policiais civis do Grupo de Investigação de Estelionato e Outras Fraudes (GREF) foram informados pela segurança do banco que uma mulher, acompanhada por um homem, estaria na agência fazendo uso de documento supostamente falso e se passando por uma cliente.

Eles estariam tentando efetuar o saque de R$ 150 mil reais, dinheiro este, pelo que se sabe, oriundo de fraude realizada através de invasão do sistema bancário.

De posse das características dos suspeitos e após alguns levantamento preliminares, os investigadores encontraram o casal saindo do banco, e foi quando realizaram a abordagem. Assim que foi interpelada, a mulher apresentou um documento de identificação civil falso. Constatada a falsidade, a equipe policial descobriu que na verdade se tratava de Cristiane Bruno Lares Aredes de Morais, de 43 anos. Ela confessou que estava na agência bancária com o intuito de sacar o dinheiro e para isso estaria utilizando documento falso.

Com o casal foram apreendidos documentos falsos, extratos bancários comprobatórios das fraudes e outros. Ambos foram autuados pelos crimes de furto qualificado mediante fraude (consumado e tentado) e uso de documento falso. Conforme a polícia, as investigações continuam e novas prisões podem ocorrer a qualquer momento.

Mulher que tentava sacar dinheiro de golpe financeiro em Goiânia receberia porcentagem do valor

Ainda de acordo com as informações da polícia, Cristiane contou à equipe que a abordou que o homem que a acompanhava, Ricardo Lázaro Cardoso, de 44 anos, a teria agenciado para o “trabalho”. Ela contou também que o combinado com ele é que ela receberia 5% dos R$ 150 mil.

Durante as diligências os investigadores constataram que Cristiane havia praticado no dia 4 de junho de 2019 o mesmo golpe, ocasião em que já haviam sido sacados outros R$150 mil em uma agência localizada na Avenida T-63, em Goiânia.

Segundo a Polícia Civil, o prejuízo com o golpe do casal superaria o montante de R$ 300 mil reais.

via Dia Online