Sem categoria

Goiás recebe 189 mil imunizantes da AstraZeneca destinados à aplicação de primeira dose

Essa é a 25ª remessa de vacinas contra Covid-19 encaminhada pelo Ministério da Saúde ao Estado. Com mais esse carregamento,...

Novo lote de vacinas da AstraZeneca são recebidas na Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO: as 189 mil doses começarão a ser distribuídas ainda nesta quarta-feira (26/05) para as 18 Regionais de Saúde do Estado. Fotos: André Saddi

Essa é a 25ª remessa de vacinas contra Covid-19 encaminhada pelo Ministério da Saúde ao Estado. Com mais esse carregamento, Goiás se aproxima da marca de quase 3 milhões de doses disponibilizadas via Plano Nacional de Imunização

Goiás recebeu, na madrugada desta quarta-feira (26/05), mais um lote de vacinas contra a Covid-19. São 189 mil unidades da AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que serão utilizadas para aplicação da primeira dose em todo o Estado.

O desembarque do novo lote ocorreu no Aeroporto Internacional Santa Genoveva, pouco depois da meia-noite. De lá, as doses seguiram para a Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

Após conferência na Central Estadual de Rede de Frio, os imunizantes serão distribuídos, ainda na manhã desta quarta-feira, para todas as 18 Regionais de Saúde. Na sequência, as doses chegarão aos 246 municípios goianos para a continuidade da campanha prevista pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

O novo lote servirá para reforçar a estratégia de vacinação em todos os 246 municípios goianos, que neste momento imunizam pessoas com comorbidades, moradores com deficiência permanente e, em determinados municípios, profissionais da educação.

O secretário de Estado da Saúde Goiás, Ismael Alexandrino, considera que há “soluços nas entregas de vacinas no Brasil” e destaca o esforço do Governo de Goiás em garantir uma campanha ágil. “A nossa preocupação é avançarmos o máximo possível na imunização”, frisa.

Ismael ainda faz um alerta que a vacinação é importante, mas o comportamento da população é fundamental para evitar a propagação do vírus. “Não podemos pensar que a pandemia acabou”, destaca.

O secretário reforça que o Re, indicador que mede a velocidade de contágio pelo coronavírus no Estado, ainda não apresenta uma melhora significativa e tem crescido. “O momento é de atenção. O número de casos voltou a aumentar, assim como a procura em nossas unidades de saúde. Consequentemente, a taxa de ocupação hospitalar também apresenta um acréscimo. Somente no HCamp de Goiânia, saímos de 82% para 94% de leitos ocupados”, destaca Ismael.

Vacinação
Ao computar as vacinas de todos os fabricantes, como CoronaVac, AstraZeneca e a Pfizer, esta é a 25ª remessa encaminhada pelo Ministério da Saúde ao Estado. Com mais esse carregamento, Goiás se aproxima da marca de quase 3 milhões de imunobiológicos recebidos, com 2.841.280 doses contra o coronavírus.

Do total de imunizantes recebidos até o momento, conforme levantamento preliminar da Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO), foram aplicados 1.317.944 referentes à primeira dose em todo o Estado e 621.756 como reforço. Os dados são coletados diariamente no site Localiza SUS, do Ministério da Saúde.

Com o novo carregamento da AstraZeneca, a maioria das vacinas recebidas pelo Estado passa a ser desse imunizante, produzido pela Fundação Fiocruz. São 1.413.700 doses encaminhadas ao Estado. Em seguida vem a CoronaVac, do Instituto Butantan, com 1.351.530. E, por fim, a Pfizer, com 76.050 imunobiológicos.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás