Saúde

Em Senador Canedo, 12 pessoas da mesma família testaram positivos para Covid-19

Em Senador Canedo, 12 pessoas da mesma família testaram positivo para o novo coronavírus, causador da covid-19. De acordo com...

Em Senador Canedo, 12 pessoas da mesma família testaram positivo para o novo coronavírus, causador da covid-19. De acordo com informe epidemiológico da última quinta-feira (18/6), há 316 pessoas contaminadas na cidade.

No caso desta família, o primeiro a apresentar os sintomas foi Israel Jorge do Nascimento, de 43 anos, que foi internado em uma unidade de saúde na cidade dia 11, mas foi transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Anápolis, três dias depois.

Em seguida, o pai de Israel também apresentou sintomas. O idoso, José Jorge do Nascimento, de 78 anos, chegou a fazer um teste rápido, mas o resultado deu negativo. Entretanto, quando retornou para casa, não melhorou e os familiares levaram ele para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Senador Canedo.

Na unidade de saúde, um novo teste foi feito, que deu reagente para a covid-19. De imediato, ele foi colocado em oxigênio, mas o estado de saúde se agravou e agora precisa de um leito de UTI. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o pedido de internação já foi feito ao Complexo Regulador, que busca um leito específico para atender ao perfil clínico do paciente.

Os outros familiares de Senador Canedo que testaram positivo para coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde foi até a casa da família e constatou que, além do pai e do filho, a esposa e outros nove parentes também foram contaminados com o novo coronavírus, causador da covid-19. Eles apresentam febre e dores no corpo, mas estão isolados em casa, de onde estão sendo acompanhados por um médico.

A esposa de José Jorge, Wilma Manuela Viana, de 69 anos, foi na UPA da cidade, onde precisou ser internada, na última terça-feira (16). O estado dela também se agravou e, na noite de quinta-feira (18), foi transferida Para o Hospital de Campanha, em Goiânia.

O estado mais grave da família é o do Idoso, de 78 anos, que ainda busca uma vaga na UTI. De acordo com boletim divulgado na tarde de quinta-feira, pela Secretaria de Saúde Estadual, dos 135 leitos de UTI adultos da rede estadual, 93 estão ocupados.