Saúde

Projeto de autoria do Executivo é aprovado e Divino Lemes sanciona lei que altera carga horária dos profissionais da saúde

O prefeito Divino Lemes sancionou a lei que altera a carga horária dos analistas de saúde da Prefeitura de Senador...

O prefeito Divino Lemes sancionou a lei que altera a carga horária dos analistas de saúde da Prefeitura de Senador Canedo, nesta sexta-feira (8). Pelo novo ordenamento, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos e biomédicos terá carga horária de 30 horas semanais.

A administração municipal enviou o projeto de lei à Câmara de Vereadores, que aprovou a medida. “Trata-se de um reconhecimento da categoria, que tem importante papel junto à comunidade. Discutimos esse projeto sempre com transparência e hoje cumprimos mais uma proposta e promessa desta gestão.”

A solenidade teve as presenças de representantes e diretores do SindCanedo, associação da categoria, secretário municipal de Saúde, Thiago Moura e Conselho Municipal de Saúde. Segundo o prefeito Divino Lemes, a alteração da carga horária dos profissionais de saúde foi uma promessa feita durante sua campanha, que é cumprida. “Com essa nova legislação, a administração municipal tem uma base para construir o plano de cargos e salários dos servidores públicos. No começo do mandato, conversamos com todas as categorias e, de forma transparente, explicamos a situação financeira da prefeitura, que estava em alta dificuldade. Arrumamos a casa, negociamos, discutimos e cumprimos nossa promessa no tempo determinado,” comenta o prefeito.

Para Divino Lemes, a valorização dos profissionais de saúde neste momento de combate à pandemia do novo coronavírus é justa e necessária. “Essa gestão tem dado atenção ao servidor público em tudo que é possível.”
O presidente do Sindicanedo, João Batista, afirma que esta conquista os profissionais de saúde levarão para a vida toda. “Nas gestões municipais passadas não tivemos nenhum ganho, tivemos perdas. Mas agora, com o senhor prefeito Divino, nossa categoria está sendo valorizada, recebemos o piso salarial, ganho por produtividade e agora a alteração de nossa carga horária. O senhor foi o único que olhou de verdade para o nosso município. Com a união das categorias, sindicatos e profissionais, estamos construindo uma nova história”, afirma.

O vereador Vilmar Lima (PSBD) disse que a aprovação desta lei só foi possível pela iniciativa do prefeito Divino Lemes. “Essa propositura não é competência do legislativo, só o executivo poderia propor essa lei e o prefeito foi atuante neste sentido. Os vereadores reconheceram a necessidade, foram sensíveis à demanda e aprovaram o projeto, fizemos a nossa parte. Mas os agradecimentos devem ser direcionados principalmente ao prefeito, sem ele nada disso seria possível.”