Economia

Exportações goianas crescem 77% em outubro

As exportações goianas cresceram 77,82% em outubro deste ano na comparação com o igual período de 2021, com saldo superavitário...

As exportações goianas cresceram 77,82% em outubro deste ano na comparação com o igual período de 2021, com saldo superavitário de US$ 613 milhões. No mês passado, Goiás registrou US$ 1, 018 bilhão em exportações e R$ US$ 405 milhões em importações. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Ministério da Economia e colocam em destaque o setor do agronegócio.

Os municípios de Rio Verde, Jataí, Itumbiara, Palmeiras de Goiás e Anápolis são os que mais comercializaram mercadorias com outros países em outubro. Os três produtos do complexo da soja – grão, farelo e óleo – responderam pela maioria das vendas (36,60%). Na sequência, estão carnes (17,38%); milho (13,41%); algodão (8,56%) e ferroligas (6,82%), que possuem como principais destinos China, Japão, Coreia do Sul e Holanda.

Já no que diz respeito às importações, China, Rússia, Estados Unidos e Alemanha foram os principais vendedores de mercadorias para o Estado. Os produtos mais adquiridos foram: adubos; produtos farmacêuticos; veículos automóveis, reatores nucleares, produtos químicos orgânicos e combustíveis minerais. Os principais consumidores foram os municípios Anápolis, Catalão, Aparecida de Goiânia e Goiânia.

“A soja respondeu, sozinha, por 45% do faturamento goiano com exportações nos dez primeiros meses do ano. Foram US$ 5,5 bilhões que entraram na economia do Estado, gerando emprego e desenvolvimento. Temos também outros produtos do agro em destaque nas vendas externas, como carnes e milho, e a tendência é que fechemos o ano com um grande resultado nas exportações”, prevê o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça.

Acumulado do ano
No acumulado do ano, a balança comercial goiana consolidou US$ 12,174 bilhões de exportações, o que representa um crescimento de 52,56% em comparação ao mesmo período do ano passado, e as importações somaram US$ 5,217 bilhões. O saldo positivo de US$ 6,957 milhões mantém Goiás na 8º posição nacional. Considerando apenas o valor das exportações, o Estado é o 9º colocado no país.

“Temos consolidado uma curva de crescimento e com previsão de ainda mais avanços nos próximos meses em razão dos trabalhos que temos realizado no Governo do Estado”, pontua o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho. Para ele, os números devem ser impulsionados pela instalação de um escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) em Goiânia neste mês.

Tags:, ,