Cidades

Secretaria de Direitos Humanos discute trote consciente e Calouradas

Assuntos foram pauta da segunda audiência pública convocada pela Prefeitura de Goiânia e Conselho Tutelar

Fotos: Jackson Rodrigues

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA), por meio da Superintendência Municipal da Juventude e o Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente, promoveram audiência pública nesta terça-feira, 14, com a participação de diretores de Centros Acadêmicos, Diretórios Centrais de Estudantes e representes de Atléticas da Universidade Federal de Goiás (UFG).

O encontro debateu a construção de uma política pública para conscientizar sobre trotes humilhantes e violentos, além da ilegalidade de menores consumindo bebida alcoólica em festas de calouradas. Participaram do evento o secretário Filemon Pereira e os superintendentes LGBT e Juventude, Vitor Hipolito e Luan Deodato, respectivamente.

‘A questão do trote é muito séria, todos nós temos uma experiência direta ou indireta. As consequencias psicológicas negativas que tal prática reflete são muito fortes’, destacou Filemon. Foram repassadas também orientações quanto à proibição da venda de bebida alcoólica para menores em calouradas e os trâmites para a emissão de certidões de alvarás para garantir a segurança dos estudantes nos eventos.

O presidente da Atlética do curso de Relações Públicas da UFG, Jeferson Fragoso, demonstrou preocupação com a quantidade de alunos que usam documentos falsos em calouradas. ‘É a primeria vez que vejo a prefeitura empenhada em nos ajudar. Acho importante exigir que os alunos levem a declaração da faculdade para evitar que menores entrem em festas com bebida liberada’, afirmou.

Também marcaram presença na audiência pública o presidente do Conselho Tutelar de Goiânia, Dácio Anacleto, e o diretor de Comunicação da União Estadual dos Estudantes (UEE), Guilherme Alves.